Terrores da OMS: equipe da Record se aglomera para beber em posto de gasolina

Profissionais de programa da Record se aglomeraram em posto de gasolina (foto: Reprodução/Redes Sociais)
Profissionais de programa da Record se aglomeraram em posto de gasolina (foto: Reprodução/Redes Sociais)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A Record jura que os profissionais envolvidos na produção de A Noite é Nossa estão seguindo todos os protocolos recomendados para evitar a disseminação do novo coronavírus, mas a realidade é bem diferente. A equipe de Geraldo Luís decidiu fazer uma festinha nada particular na madrugada de quinta-feira (21) para comemorar a estreia do programa e, sem nenhum pudor, os funcionários ignoraram praticamente todas as medidas propostas pela Organização Mundial da Saúde e ainda expuseram a comemoração nas redes sociais.

Uma das fotos do evento, obtida pela reportagem do TV Pop e reproduzida na abertura deste texto, mostra 19 funcionários do novo programa da rede aglomerados em frente a uma loja de conveniência de um posto Ipiranga localizado na Barra Funda, zona oeste de São Paulo. Apenas um dos profissionais estava fazendo o uso de máscara, que é obrigatório em locais públicos da cidade, conforme o decreto 64.959 do governo estadual, que ainda prevê a multa de R$ 524,59 para quem infringir a norma — ou seja, apenas a festinha do A Noite é Nossa renderia mais de 9 mil reais aos cofres públicos.

A imagem da comemoração da equipe de Geraldo Luís também revela que outro decreto de João Doria está sendo descumprido: de acordo com a determinação 65.357, a venda de bebidas alcoólicas é proibida nos estabelecimentos comerciais de todo o estado a partir das 20h. Um dos profissionais que aparece na imagem, porém, aparece segurando uma garrafa de cerveja, e não é de praxe que esse tipo de local libere o consumo de alimentos externos dentro de suas instalações.

Por fim, os colaboradores da Record ignoraram solenemente também o distanciamento mínimo entre pessoas sugerido pela OMS. O órgão de saúde recomenda que as pessoas mantenham distância de 1,5 metro umas das outras, e na foto é nítido que os funcionários estavam aglomerados, e sequer fizeram questão de se distanciar para tirar a imagem que seria publicada nas redes sociais. Até mesmo João Scortecci e Michael Ukstin, diretores do programa, participaram da festinha clandestina no posto de gasolina. O primeiro, por sinal, até ironizou a situação em seu perfil em uma rede social: “o posto é nosso”, bradou ele.

Os fatos expostos nessa reportagem contradizem a versão oficial propagada pela emissora. Até a publicação deste texto, uma publicação no R7, o portal de notícias da Record, afirmava que “todos os protocolos de prevenção à Covid-19 foram seguidos para realização deste programa”, com direito a um extenso vídeo mostrando profissionais passando pelo teste PCR e a higienização de equipamentos. Pelo visto, nem todos os protocolos foram seguidos, não é mesmo?

 

Leia mais

© 2021 – 3 2 ZOOM Produtora – Todos os direitos reservados a TV POP