Telespectadores reclamam da qualidade técnica do novo Globocop: “Barulho de trator”

Barulho do novo Globocop atrapalha o áudio dos repórteres (foto: Reprodução/Globo)
Barulho do novo Globocop atrapalha o áudio dos repórteres (foto: Reprodução/Globo)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Os telespectadores da Globo que acompanham os telejornais locais estão insatisfeitos com a qualidade técnica dos equipamentos do novo Globocop. Para reduzir custos, a emissora trocou o modelo de helicóptero Esquilo AS350 B2 pelo Robinson R44 no Rio de Janeiro e em São Paulo. Nas redes sociais, o público que acompanha a emissora se queixa da qualidade do áudio do microfone do repórter e do barulho da aeronave.

Durante a edição do Bom Dia São Paulo desta sexta-feira (22), alguns telespectadores reclamavam que o barulho da aeronave é tão alto que atrapalha a captação do áudio do repórter Guilherme Pimentel, que sobrevoava a cidade. “Tô falando faz tempo que o som do ‘novo Globocop’ atrapalha o áudio do Guilherme, ninguém consegue entender o que ele fala”, disse a telespectadora Paty citando o apresentador Rodrigo Bocardi.

“Rodrigo Bocardi, o áudio do Guilherme Pimentel está muito ruim no Globocop. Inaudível. Alô direção!”, reclamou outro telespectador em mensagem enviada ao âncora do Bom Dia SP. “E esse novo Globocop com barulho de trator?”, debochou o usuário Victor Holman. A reportagem do TV Pop assistiu ao trecho da participação do repórter e de fato o som do helicóptero é muito alto.

Além da baixa qualidade do áudio do novo modelo do Globocop de São Paulo, repórteres também estão com medo de voar na aeronave do Rio de Janeiro. Pela primeira vez na história, a emissora escolheu um helicóptero não blindado para atender os telejornais cariocas.

Leia mais

© 2021 – 3 2 ZOOM Produtora – Todos os direitos reservados a TV POP