Corre aqui, Datena: Carlinhos Maia será investigado pelo Ministério Público

Carlinhos Maia foi pego no pulo ao mentir sobre convite para ser vacinado (foto: Montagem)
Carlinhos Maia será investigado pelo Ministério Público (foto: Montagem)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O influenciador Carlinhos Maia e o prefeito de Maceió, João Henrique Caldas (PSB), serão intimados pelo Ministério Público de Alagoas na próxima semana. O influenciador e o político deverão dar explicações a respeito da afirmação do humorista de que ele teria sido convidado para ser um dos primeiros vacinados contra o coronavírus na cidade, e que foi desmentida pelo governo do estado. O órgão pretende investigar se o convite de fato aconteceu e se a vacinação em Alagoas está sendo fraudada.

“O Ministério Público de Alagoas (MPAL), por meio da 67ª Promotoria de Justiça da Saúde, diante dos fatos narrados pelo influencer Carlinhos Maia, irá instaurar procedimento preparatório para apurar a afirmação de que teria recebido o convite para posar como uma das primeiras pessoas a ser vacinada contra a Covid-19 em Alagoas. O Ministério Público, no seu papel constitucional, preservará, com o rigor da lei, a lisura e a legalidade da vacinação em Maceió e em todo Estado”, afirmou o órgão, em nota divulgada para os veículos de comunicação.

Na última segunda-feira (18), Carlinhos Maia disse que foi convidado para ser vacinado contra o coronavírus, mas recusou a proposta por “não achar justo”. “Me convidaram aqui no meu estado para ser um dos primeiros a tomar a vacina. Não acho justo com quem ficou em casa todo o esse tempo, não aceitei. Mas filmarei mesmo assim para incentivar ainda mais a vacinação dentro do público que me segue”, afirmou ele.

Leia mais

© 2021 – 3 2 ZOOM Produtora – Todos os direitos reservados a TV POP