Fiuk diz que Fábio Jr. foi ausente e que sofria bullying na escola

Em conversa na madrugada, Fiuk diz que o pai foi ausente e que sofria bullying na escola (foto: Reprodução/Globo)
Em conversa na madrugada, Fiuk diz que o pai foi ausente e que sofria bullying na escola (foto: Reprodução/Globo)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Fiuk passou parte da madrugada desta sexta-feira (29) conversando com Karol Conká e Lumena no BBB21. Ao amanhecer do dia, o cantor e a psicóloga continuaram a conversa na piscina, dessa vez, com ele desabafando sobre sua trajetória de vida.

O filho do cantor Fábio Jr. revelou que sofreu muito na infância com a ausência do pai e o bullying dos colegas na escola. “Passei por mais de 10 escolas, achei que eu era burro, achei que eu tinha problema. Eu nunca entendi muita coisa, não conseguia entender as aulas, tirava as piores notas, todos os moleques me zoavam, tomava tapa na cabeça na fila da escola”, relatou.

“Nesse ponto minha mãe, parece que ela… ela lutou muito por mim. ela foi a única pessoa durante muito tempo na minha vida que acreditou em mim”, disse, chorando.

“Todo mundo na minha família, amigos, escolas, faziam eu me sentir tão burro, tão desfocado. Cheguei a ir com tubo de oxigênio para a escola. Eu via as pessoas olhando e falando de mim e me dava falta de ar, eu não conseguia lidar com nada”.

Segundo Fiuk, ele não queria atuar e cantar porque não queria ser igual ao seu pai: “Eu não queria atuar, não queria cantar, porque meu pai foi muito ausente na minha infância. Isso de uma certa forma me travava, eu falava que não queria ser igual”, confessou.

O brother explicou que a situação mudou porque sua mãe praticamente o obrigou a fazer aula de violão: “Até aí eu me sentia uma carta fora do baralho. Quando eu vi, a coisa que eu mais queria fazer era tocar violão, escondido de todo mundo”.

Fiuk disse ainda que a atuação veio mais tarde graças ao apoio da irmã, Cleo. Foi no final da adolescência, quando surgiu um teste para o filme As Melhores Coisas do Mundo, que ele não queria fazer. “A Cleo, minha irmã, liguei pra ela. Ela tem umas dores muito parecidas com as minhas”, disse o cantor. Ele explicou que ela o apoio e o aconselhou a “se entregar”.

 

Leia mais

© 2021 – 3 2 ZOOM Produtora – Todos os direitos reservados a TV POP