Afiliada do SBT é acusada de não pagar funcionários há mais de um ano; emissora nega

TV Borborema, afiliada do SBT, é acusada de dar calote em prestadores de serviços (foto: Reprodução)
TV Borborema, afiliada do SBT, é acusada de dar calote em prestadores de serviços (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Um grupo de funcionários da TV Borborema, afiliada do SBT no interior do Paraíba, aproveitou o início das transmissões da edição 2021 da Copa do Nordeste para denunciar supostas irregularidades trabalhistas cometidas pela emissora. Os colaboradores envolvidos na cobertura do evento esportivo afirmam que a afiliada não paga seus salários há mais de um ano. A emissora nega.

“Isso é crime e não se faz com nenhum trabalhador, que dedica o seu tempo longe da família para garantir a sustentabilidade da empresa”, lamentaram os funcionários, em uma página criada em uma rede social para expor a situação. “Não participem da transmissão e não enviem suas fotos”, apelaram eles, em resposta a uma campanha da emissora para que os telespectadores participassem do jogo deste sábado (27) pelo WhatsApp.

O grupo de colaboradores também fez duras acusações contra a direção da afiliada do SBT. “A TV Borborema faltou com respeito e responsabilidade e tratou seus funcionários e freelancers com desprezo. Estamos há um ano sem receber o prometido e assinado em contrato. Todos os prestadores de serviço estão à deriva e sem nenhuma resposta dos responsáveis desde então”, revelaram.

A TV Borborema é a responsável por transmitir a programação da rede de Silvio Santos para a região de Campina Grande e é a emissora mais antiga da Paraíba, estando em funcionamento desde 1966. Há seis anos, ela foi vendida para o Sistema Opinião, controlada por uma empresa de planos de saúde, que também controla afiliadas da Band e da Record.

Na contramão de suas irmãs, a parceira do SBT ficou ainda mais sucateada depois de sua troca de comando. A sua programação local, por exemplo, ainda não é transmitida em alta definição, e não é raro que o canal saia do ar durante horas por falta de energia ou outros problemas técnicos.

A reportagem do TV Pop procurou a TV Borborema, mas a emissora não se manifestou sobre as acusações feitas por seus colaboradores até a publicação deste texto. O Sistema Opinião não foi encontrado para comentar o assunto.

Atualizado às 19h50: Bastos Farias, gerente de Jornalismo da TV Borborema, entrou em contato com o TV Pop depois da publicação deste texto. “A emissora está rigorosamente em dia com seus funcionários e seus fornecedores. Se alguém tem alguma pendência, que procure a diretoria”, disse ele, que afirma que os denunciantes não são funcionários do canal. O jornalista também rebateu as acusações sobre a qualidade técnica da emissora. “A emissora não vive fora do ar, diferentemente do dito pela reportagem. A TV Borborema é, inclusive, primeiro lugar em audiência no horário do almoço, conforme atestou por dois anos consecutivos o Ibope”, concluiu ele.

Leia mais

© 2021 – 3 2 ZOOM Produtora – Todos os direitos reservados a TV POP