Record demite mulher de Rodrigo Faro e planeja mudança nos domingos

Vera Viel e Rodrigo Faro em participação no antigo Programa da Sabrina: mulher do apresentador foi demitida por telefone (foto: Reprodução/Record)
Vera Viel e Rodrigo Faro em participação no antigo Programa da Sabrina: mulher do apresentador foi demitida por telefone (foto: Reprodução/Record)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Vera Viel, mulher de Rodrigo Faro, foi demitida pela Record no início desta semana. A apresentadora da Record News foi alertada por meio de uma ligação telefônica de que não precisaria mais comparecer aos estúdios da rede e que o seu contrato, que vence no dia 31 de março, não será mais renovado. Ela trabalhava na empresa há quase 10 anos e era a titular do Zapping, programa diário de soft news do canal de notícias. A sua demissão pegou muita gente de surpresa e, internamente, foi avaliada como uma retaliação direta por uma insubordinação de seu marido.

TV Pop apurou que Rodrigo Faro foi procurado por executivos da Record para uma conversa sobre um novo horário para o Hora do Faro, programa dominical da rede. A atração está em terceiro lugar na Grande São Paulo desde 2019 e é avaliada como uma das responsáveis do baixo rendimento do Domingo Espetacular, revista eletrônica noturna. Além disso, a atração comandada pelo animador tem perdido anunciantes e está quase virando um projeto deficitário — ou seja, que tem gastos maiores do que o faturamento.

A emissora sugeriu que o programa fosse transferido para a faixa das 11h e assumisse a missão de confrontar com o Domingo Legal, que se tornou um dos principais trunfos da grade do SBT. Faro, porém, detestou a ideia de perder seu horário para os filmes do Cine Maior, que ocupariam o espaço de maneira provisória, enquanto a cúpula da rede desenvolveria um novo programa de entretenimento, e demonstrou não estar disposto a encarar a aventura.

Nos bastidores, a demissão de Vera Viel foi interpretada como um recado direto para o apresentador. A sua mulher só era contratada pela rede em virtude do bom relacionamento dele com os executivos, e tinha vencimentos altos para trabalhar pouco: ela faturava cerca de R$ 25 mil mensais para trabalhar por cerca de uma hora semanal, apenas gravando as cabeças das edições do Zapping. Outros rostos podem fazer o mesmo trabalho e custando muito menos, tanto que o programa continuará no ar com uma nova apresentadora, que ainda não foi definida pela Record.

A cúpula ainda está disposta a negociar a permanência de Vera no quadro da empresa. Mas para isso, Rodrigo Faro terá que entender a sua atual importância para a emissora: praticamente nenhuma. Ele se tornou um apresentador caro, de difícil relacionamento com executivos, de baixo rendimento de audiência e faturamento e, principalmente, em séria crise de imagem com os telespectadores. Boa parte do público ainda não o perdoou pelo episódio do “como está a audiência?” vazado durante a cobertura da morte de Gugu Liberato (1959-2019).

A reportagem do TV Pop entrou em contato na tarde desta sexta-feira (26) com Gilson Silveira, responsável pela gerência do setor de Comunicação da Record. Por e-mail, questionamos se a emissora gostaria de se manifestar sobre a demissão de Vera Viel e ao incomodo dos executivos com Rodrigo Faro. A rede, no entanto, ignorou o contato e não se manifestou até a publicação deste texto.

Leia mais

© 2021 – 3 2 ZOOM Produtora – Todos os direitos reservados a TV POP