Datena deixa partido e se mostra desiludido com a política atual: “Tenham vergonha na cara”

Datena deixou o partido MDB e criticou o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (foto: Reprodução)
Datena deixou o partido MDB e criticou o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

José Luiz Datena disse na manhã da última terça-feira (06) que está deixando o MDB. “Resolvi sair do partido que eu estou, que é o MDB, pelo qual eu ia concorrer à vice-prefeitura de São Paulo com o Bruno Covas”, afirmou o jornalista na Rádio Bandeirantes.

No programa Manhã Bandeirantes, Datena criticou a atual gestão da prefeitura de São Paulo e se mostrou aliviado por não ter saído como vice: “Ainda bem que eu não concorri porque o Bruno Covas, o que ele foi de bom prefeito no lugar do Doria, surpreendendo a todo mundo, com independência, com capacidade – isso tirando a coragem que ele tem como ser humano, de enfrentar o câncer, de pegar Covid e continuar como prefeito – agora, como político ele voltou pior 1 bilhão de vezes. Quase que eu entrei nessa barca. Eu teria saído antes, mas resolvi sair hoje”.

O apresentador do Brasil Urgente ainda se mostrou desiludido com a política atual. Com frequência, ele mostra no programa da Band aglomerações no transporte público da capital paulista e cobra o ministro da Economia, Paulo Guedes, por um auxílio emergencial mais alto.

“Não vou para partido nenhum, vou ficar na minha e ver o que acontece porque acho que já estão brincando com a política brasileira de novo. Com milhões de brasileiros assolados pela doença, 13 milhões, quase 400 mil mortos e os caras falando em política, aliança política para 2022. Tenham vergonha na cara, deixa 2022 para 2022 e salvem o povo agora”, pediu Datena.  No entanto, apresentador não descarta retornar à política no futuro: “Se um dia eu encontrar gente honesta para me aliar, decente, que tenha vontade de ajudar o povo tudo bem”.

 

Leia mais

© 2021 – 3 2 ZOOM Produtora – Todos os direitos reservados a TV POP