MC Maylon revela detalhes da relação com Anderson Molejo: “Eu só comia e ele amava”

Ao jornal O Dia, MC Maylon revela detalhes do relacionamento com Anderson do grupo Molejo (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O relacionamento entre MC Maylon e o cantor Anderson Leonardo, vocalista do Molejo, acontecia há pelo menos oito meses antes da denúncia contra o artista por estupro. “Eu não queria falar isso assim dessa maneira. Mas eu sou obrigado porque as pessoas queriam saber a verdade. Oito meses de um relacionamento não são oito dias”, disse Maylon em entrevista ao jornal O Dia. Ele alega ter sido estuprado por Anderson em 11 de dezembro de 2020, em um motel da zona oeste do Rio de Janeiro.

Maylon conta que não denunciou o crime na época por medo de retaliação. O também cantor afirma ainda que os dois já viviam um relacionamento abusivo, marcado por crises de ciúmes. “O Anderson me botou de castigo porque teve um show em que eu dancei com um empresário. Quando você é namorado ou namorada dele, você não pode olhar para ninguém, você só pode olhar para ele. Você não pode nem sambar se ele não tiver tocando. Se um outro grupo tiver tocando, você não pode sambar. Só quando ele toca ou canta”, explica o MC ao O Dia.

Os castigos, de acordo com Maylon, eram uma forma de distanciamento exigida por Anderson. “Ficamos de mal e eu não podia mais ir no show dele. Eu não podia ver ele e ele não vinha na minha casa. Da outra vez, mesmo assim, eu tentei ir no estúdio dele e um funcionário dele me expulsou de lá”, disse Maylon ao jornal.

Apesar dos percalços da relação, Maylon reforça que os dois viviam um relacionamento bonito: “Estou muito triste com o Anderson, era um amor tão lindo”. “Anderson é espírita e eu também. Ele fez uma promessa dentro do terreiro da minha mãe de Santo de que só ia me comer após o meu casamento. Só ia tirar minha virgindade após o meu casamento”, detalha o MC.

Ainda de acordo com Maylon, a virgindade está relacionada apenas ao ato sexual em que ele era passivo. Ele confirma que nesses oito meses de relacionamento os dois tiveram relações sexuais em que só ele era responsável pela penetração. “Eu só comia e ele amava. Sempre fui virgem e o ativo da relação. Mas um dia ele abusou de mim à força. Foi estupro. Eu tinha que falar a verdade, porque isso estava me fazendo mal”, desabafou.

Leia mais

© 2021 – 3 2 ZOOM Produtora – Todos os direitos reservados a TV POP