Existe espaço para mais Velozes e Furiosos nos cinemas?

Arte da prévia de Velozes e Furiosos 9 (foto: Divulgação/Universal Pictures)
Arte da prévia de Velozes e Furiosos 9 (Foto: Divulgação/Universal Pictures)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Nesta semana, um novo trailer fresquinho de Velozes e Furiosos 9 chegou para trazer o gosto do mais novo filme da franquia recheada de sucessos estrondosos. O primeiro longa, lançado há 20 anos atrás, trouxe ao público uma visão dramatizada dos rachas — as famosas corridas de rua que atraíam entusiastas de carros que personalizavam seus veículos até onde fosse possível.

Aqui, também contávamos com uma visão bem próxima da realidade em relação a alguns comportamentos, costumes e culturas, como a JDM (Japanese Domestic Market, relacionada ao automobilismo japonês e suas vertentes). A proximidade era tanta que o filme trazia um aviso nos créditos para lembrar de as cenas com carros e motos são perigosas e não devem ser reproduzidas.

Nos filmes mais recentes, a produção se voltou bem mais ao ficcional-fantástico do “impossível”, quiçá beirando o ridículo. Acredite, isso não é uma reclamação. Velozes 7, por exemplo, já brinca com carros voadores, enquanto o 8 traz cenas de ação incomuns em aviões e carros controlados à distância, tal qual aquele carrinho de controle remoto que tínhamos enquanto crianças.

E o público passou a esperar o absurdo. O que conta agora é o elenco entrosado, a “família” tão cultivada na saga. Basta ver o carinho com que o policial “Bráia”, Brian O’Conner é tratado antes e depois da morte do ator Paul Walker em 2013, pelo elenco, pelo enredo e pelo público.

Por isso, Velozes e Furiosos 9 quer alçar voos mais altos e flerta com o espaço sideral. O novo trailer (acima) já traz cenas com personagens usando capacetes de astronauta entre as cenas de ação recheadas de explosões e muita velocidade como manda o figurino.

Além disso, há o que parece ser o uso de imãs enormes para atrasar inimigos. Como também era de se imaginar, referências a Paul Walker também estarão presentes. Justin Lin, diretor de vários dos filmes, disse ao Entertainment Weekly que “precisamos entender que Paul Walker está vivo na história“.

Tudo isso mostra que são receitas como essa que fazem com que a franquia resista bravamente e continue trazendo milhões de pessoas ao cinema, apesar das evidências de que a saga está, enfim, caminhando para uma reta final. Mesmo com oito filmes passados, não temos como prever uma conclusão para o novo longa, mas é bem provável que não vão surgir pessoas que vão tentar reproduzir as cenas de ida ao espaço em casa.

Velozes e Furiosos 9 está previsto para chegar aos cinemas do Brasil em 22 de julho.

Caio Alexandre é entusiasta de cinema, exibição, animes e cultura pop em geral. Escreve desde 2008 sobre os mais variados assuntos, mas sempre assumiu a preferência pelo cinema e sua tecnologia embarcada. Não dispensa um filme com um balde de pipoca e refrigerante com o boss no fim de semana. No TV Pop, fala sobre tudo que é tendência no universo da cultura pop. Converse com ele pelo Twitter, em @CaioAlexandre, ou envie um e-mail para caio@tvpop.com.br. Leia aqui o histórico do colunista no site.

Leia mais

© 2021 – 3 2 ZOOM Produtora – Todos os direitos reservados a TV POP