Globo libera venda de horário para televendas e tira espaço do É de Casa

Em Londrina, É de Casa perdeu espaço para os infomerciais do Shop RPC (foto: Reprodução/TV Globo)
Em Londrina, É de Casa perdeu espaço para os infomerciais do Shop RPC (foto: Reprodução/TV Globo)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Em uma movimentação inédita, a Globo autorizou a exibição de televendas em suas afiliadas ocupando parte do espaço destinado para o É de Casa. A RPC, uma das principais parceiras da emissora, foi a pioneira na venda da sua programação e, desde o primeiro sábado de maio, passou a destinar parte das suas manhãs de sábado em Londrina para a exibição do Shop RPC. A nova atração, que lembra bastante o modo Shoptime de fazer televisão, mostra as principais ofertas de pequenos comércios regionais, como farmácias e lojas de móveis.

O programa, em português claro, nada mais é do que uma versão gourmet dos infomerciais da Polishop transmitidos nos mais diversos canais da TV por assinatura. Durante vários minutos, a apresentadora Isadora Markus interrompe a programação da emissora para tentar vender produtos mirabolantes — na estreia, a atração mostrou sofás, uma caixa de som que funciona debaixo d’água, cadeiras para gamers e suplementos vitamínicos para idosos.

Inicialmente, o Shop RPC está garantido na programação apenas durante duas semanas. A iniciativa, que também conta com um site personalizado criado pela emissora para facilitar o agrupamento dos programas exibidos na TV, será estendida e ganhará versões em outras cidades do Paraná se cumprir seu objetivo: atrair o interesse das marcas que não tem condições de anunciar nos intervalos comerciais dos programas habituais. A atração, baseada em um formato desenvolvido pela Globo Rio, foi criada justamente para aproximar as afiliadas de pequenos anunciantes.

O formato criado pela matriz, no entanto, não foi planejado para a exibição na faixa matinal. Criado no ano passado, o projeto Destino Shop foi criado para ir ao ar após a edição de sábado do Jornal Hoje, em um espaço destinado para produções regionais dos mais diversos gêneros, e a atração chegou a ter uma primeira temporada em Pernambuco, com quatro episódios transmitidos entre agosto e setembro de 2020. A faixa horária, porém, sofre com uma forte concorrência dos programas locais da Record.

A migração da faixa liberada para os televendas para o espaço do É de Casa, por volta das 8 da manhã, atende a um antigo apelo das afiliadas da Globo. Boa parte das parceiras da rede se queixam do desempenho ruim da revista eletrônica, que só tem bons índices de audiência em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Em algumas regiões, o programa chega a ficar próximo do traço em alguns minutos e, por isso, se tornou uma pedra no sapato de muitas emissoras pelo país. Com a liberação da comercialização do espaço, as regionais podem seguir tendo problemas de audiência, mas ao menos devem ganhar algum dinheiro.

Leia mais

© 2021 – 3 2 ZOOM Produtora – Todos os direitos reservados a TV POP