SBT planeja estreia de novo telejornal na hora do almoço

Carlos Nascimento foi um dos apresentadores do SBT São Paulo (foto: Divulgação/SBT)
Carlos Nascimento foi um dos apresentadores do SBT São Paulo (foto: Divulgação/SBT)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Dentre os projetos que serão apresentados para a avaliação de Silvio Santos nos próximos dias, está a criação de um novo telejornal para o horário do almoço. A novidade faz parte do pacotão de novidades preparado para a direção do SBT, que espera contar com o aval do dono do Baú para colocar a nova programação da emissora em prática ainda no primeiro trimestre de 2021.

Além do noticiário, os executivos da rede planejam a criação de uma revista eletrônica, batizada internamente de Vem Pra Cá, e a transformação do Arena SBT em um programa diário para fazer frente ao Jogo Aberto, da Band. A reportagem do TV Pop apurou que o piloto do matinal agradou a cúpula da rede, que deu sinal verde para que mais testes sejam feitos nas próximas semanas. No caso do programa esportivo, há a expectativa de que Benjamin Back possa repetir o fenômeno do Fox Sports Rádio, que foi líder de audiência na TV por assinatura durante anos.

O telejornal do horário do almoço também está sendo planejado com o intuito de fortalecer os cofres da emissora, ainda muito dependentes dos rendimentos da Jequiti e da Tele Sena. Ele, assim como os outros dois projetos, terão o objetivo de atrair novos anunciantes para uma faixa comercialmente morta há alguns anos: o Bom Dia & Cia, apesar de ter boa audiência e custos irrisórios, fica quase três horas sem intervalos comerciais, enquanto a Record e a Band tem fila de anunciantes no horário com programas ao vivo.

No Rio de Janeiro, Porto Alegre e em Brasília, o SBT já tem noticiários regionais no horário do almoço. Os três tem bons índices de audiência, não raramente disputando a vice-liderança, e colaboram bastante com o faturamento das praças, que não recebem grande aporte financeiro da matriz e sofrem com estruturas beirando a precariedade — duas das praças, por exemplos, tiveram surtos de coronavírus no ano passado. Na capital federal, a programação local teve que ser ancorada diretamente de São Paulo durante boa parte do mês de julho, já que boa parte da equipe local pegou a doença e não havia verba para a contratação de profissionais substitutos.

De qualquer forma, todas as novidades dependem da aprovação de Silvio Santos. Internamente, o comentário é de que não seria surpreendente se ele recusasse as ideias e ordenasse a compra de enlatados de procedência duvidosa para serem as grandes novidades da emissora em 2021.

Leia mais

© 2021 – 3 2 ZOOM Produtora – Todos os direitos reservados a TV POP