Sunaika Bruna diz que sentiu medo durante a gravidez

Sunaika Bruna e Lucas Lira posam com o filho, Noah (foto: Reprodução/Redes Sociais)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Sunaika Bruna compartilhou em suas redes sociais um desabafo sobre a maternidade e falou sobre como foi a sua gravidez. Ela contou momentos difíceis que passou com enjoos e todo o medo que sentiu. “Não é segredo que meu sonho sempre foi ser mamãe. Sempre me imaginei com meu filho nos meus braços e as pessoas sempre falam, filhos é a melhor coisa do mundo (e realmente é), só que a parte difícil, ninguém conta pra gente, né?”, afirmou.

“Na minha gestação, eu enjoei e vomitei os três primeiros meses inteiros e pensei que não aguentaria. Eu era uma bomba relógio ambulante, a qualquer momento eu pensava que ia explodir e não é literalmente, eu chorava o tempo todo, tinha e ainda tenho bastante medo, a ansiedade de ver ele me afetava em tudo. No final, eu não conseguia dormir mais pelo tamanho da barriga. No parto, se você optar pelo parto normal, você vai sentir tanta dor, mas tanta dor que acha que vai morrer e não vai aguentar, mas só quer que seu filho nasça e não vai medir esforços pra que isso aconteça”, desabafou Bruna.

A influenciadora contou a dor da cesárea depois do nascimento. “Se tiver sido cesárea, pode ser que você sinta muita dor ainda. Aí vem a responsabilidade de criar e cuidar do seu bebê. Bate aquela insegurança e medo de não conseguir ser mãe o suficiente ou boa o suficiente para ele, mas você sabe que dará sempre o seu máximo pra ser a melhor mãe. Depois vem a parte da amamentação que dói muito. Meus seios sangraram, a apojadura, nem se fala, eu chorava de dor, isso sem contar no medo de seu leite não ser suficiente”, contou ela.

“Sem contar as noites mal dormidas (aqui em casa não durmo mais que duas horas seguidas), você acorda até com o suspiro dele e não quer deixar ele chorar por nada, mesmo você não tendo controle nenhum sobre isso. Quando vem as cólicas, você só quer tirar a dor dele e passar pra você. Ser mãe dói e dói muito. Ser mãe é estar preocupada o tempo todo. Ser mãe é saber que suas preocupações só vão aumentar a cada dia que passa, mas ser mãe é a coisa mais gratificante do mundo. A melhor coisa que me aconteceu foi me tornar mãe. Quando você vê o sorrisinho dele ou aqueles olhinhos te olhando… todo cansaço vai embora, toda exaustão e você nunca vai medir esforços pra ver o seu filho o mais bem possível. Minha maternidade real”, concluiu Sunaika Bruna.

Leia mais

© 2021 – 3 2 ZOOM Produtora – Todos os direitos reservados a TV POP