Silvio Santos dá ultimato e Vem Pra Cá já está na corda bamba do SBT

Silvio Santos posa ao lado de Patricia Abravanel: Vem Pra Cá está na corda bamba com menos de um mês no ar (foto: Divulgação/SBT)
Silvio Santos posa ao lado de Patricia Abravanel: Vem Pra Cá está na corda bamba com menos de um mês no ar (foto: Divulgação/SBT)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Com pouco mais de duas semanas no ar, o Vem Pra Cá já tem futuro incerto. Silvio Santos não está satisfeito com o desempenho do programa e deu um ultimato para a equipe da revista eletrônica: a atração tem que reagir até o final de abril para não virar alvo de uma série de modificações. O dono do SBT tem acompanhado de perto os resultados do mais novo projeto de sua emissora e, em uma tentativa de se intrometer sem ser tão invasivo, tem dado ideias de forma pontual para o matinal, como nomes de convidados e novos quadros.

TV Pop apurou que o empresário está bastante infeliz com os índices de audiência de praticamente toda a grade de programação do SBT. A emissora atravessa uma das piores crises de sua história e voltou a perder a vice-liderança para a Record, que recuperou o segundo lugar mesmo com a programação religiosa da madrugada. Além dos índices baixos, o faturamento da rede também está abaixo do esperado — não se surpreenda se aparecerem mais programas patrocinados pela Jequiti na grade de programação.

O Vem Pra Cá até teve uma boa recepção do mercado publicitário, mas ainda é um programa deficitário. Trata-se de um projeto de alto custo: nos bastidores, o comentário é de que a revista comandada por Patricia Abravanel e Gabriel Cartolano custa o triplo que o Hoje em Dia, seu rival direto. Ou seja: por mais que ele tenha atraído novas marcas para o departamento comercial da emissora, ainda não é o suficiente para garantir a manutenção da atração, que está com audiência bem abaixo do esperado.

Boa parte dos profissionais envolvidos na revista eletrônica sequer foram contratados pela emissora. A maior parte da produção foi contratada como freelancer por um período de três meses, que tem sido visto como a data limite para que o programa tenha bons resultados em pelo menos um dos sentidos. Ninguém espera que a atração vá virar um fenômeno comercial ou de audiência em 90 dias, mas há a expectativa de que ele ao menos consiga se pagar para ganhar mais tempo de vida.

Silvio Santos, por sinal, deverá voltar a dar expediente de maneira presencial no SBT ainda neste mês. Mesmo que não volte a gravar o seu tradicional programa dominical, os funcionários acreditam que ele voltará a bater ponto na emissora nem que seja para despachar sobre assuntos banais — ou para poder tirar o sono de seus executivos de forma presencial depois de tantos meses se comunicando por fax.

Leia mais

© 2021 – 3 2 ZOOM Produtora – Todos os direitos reservados a TV POP