CEO do SBT afirma que Rachel Sheherazade envergonhava a emissora

Rachel Sheherazade expôs e-mail em que CEO do SBT disse que ela envergonhava a emissora (foto: Divulgação/SBT)
Rachel Sheherazade expôs e-mail em que CEO do SBT disse que ela envergonhava a emissora (foto: Divulgação/SBT)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O litígio milionário de Rachel Sheherazade com o SBT vai muito além das cifras que ela pleiteia na esfera trabalhista. Para entrar com a ação judicial contra seu antigo emprego, a jornalista teve que quebrar a caixa-preta do Jornalismo da emissora e anexou ao processo uma série de comunicações formais com diretores da rede. Dentre elas, uma em especial chama a atenção: um e-mail que ela recebeu de José Roberto Maciel, que atua como CEO da empresa, na tarde de 17 de outubro de 2014. No texto, ele chega a afirmar que a então âncora do SBT Brasil não tinha bom senso.

De acordo com o executivo, o comportamento da jornalista envergonhava não somente a ele, mas a diversos outros colaboradores da emissora. Na sequência, Maciel diz que ela não se dá o respeito, e que tampouco tinha interesse em defender os valores e os princípios defendidos pela rede. Ele também ressalta que a âncora foi irresponsável ao usar seus perfis em redes sociais para ofender uma série de publicitários relacionados com a empresa, e que seriam os responsáveis pela manutenção de toda a estrutura da companhia, inclusive dos vencimentos mensais da âncora.

O e-mail exposto por Rachel Sheherazade também revela uma sanção que não havia se tornado pública. Apesar de estar temporariamente afastada por ter feito uma cirurgia, José Roberto Maciel a proibiu de publicar qualquer tipo de conteúdo envolvendo o Jornalismo do SBT, com ou sem a presença da jornalista, até que ela voltasse ao trabalho e tivesse uma conversa com ele pessoalmente.

Apesar da desavença com o chefão da emissora, a ex-âncora do SBT Brasil chegou a ter o seu contrato renovado por algumas vezes após a briga com o CEO. O seu vínculo original, com salário de R$ 30 mil, foi válido entre 14 de março de 2011 e 13 de março de 2013. No último acordo firmado com a empresa, vigente entre 1º de maio de 2018 e 31 de outubro de 2020, a jornalista ganhava R$ 198.745 mensais — se ela quisesse rescindir o seu contrato, teria que arcar com uma multa feita a partir da base pré-estipulada de R$ 5.962.350,00 (cinco milhões, novecentos e sessenta e dois mil e trezentos e cinquenta reais), calculada a partir dos meses restantes para o vencimento do termo.

A reportagem do TV Pop teve acesso ao e-mail enviado por José Roberto Maciel para Rachel Sheherazade. A seguir, veja a íntegra do conteúdo, reproduzido sem nenhuma alteração: todos os negritos e erros fazem parte da mensagem original, que foi anexada pela jornalista na ação movida contra a emissora de Silvio Santos.

Cara Rachel,

Espero que sua intervenção cirúrgica tenha sido um sucesso e que esteja se recuperando bem.

Rachel, já tivemos algumas conversas importantes sobre como desejamos conduzir o Jornalismo do SBT. Nosso compromisso deve ser sempre o de buscar, em 100% do tempo, a observância dos 14 princípios que foram emanados há tempos pelo nosso Acionista. Fora meu dever de ofício em cumpri-los, confesso a você que concordo com todos eles, porque, mais do que princípios, são valores que todos aqueles que trabalham com comunicação, especialmente de massa, devem ter.

Pontuei a você, como profissional desta área, a importância de seguirmos o princípio do Apartidarismo que diz “nosso compromisso é com a informação correta e com o público; ele quer fatos documentados e não proselitismo; quer informação e não ideologização da notícia”.

Quando discutimos sobre a questão das Opiniões, reforcei fortemente a preocupação que você deveria ter com isso no dia-a-dia. Sei que isso a contrariou! Mas, acima de qualquer um de nós individualmente, há uma empresa que definiu o comportamento que devemos ter, especialmente no Jornalismo que diz muito sobre a identidade de um veículo de comunicação.

Ainda que em nossas conversas você tenha dito que continuaria expressando aquilo que bem entendesse nas redes sociais, lhe disse que, quer queiramos ou não, nosso nome nas redes ganhou mais um sobrenome. O seu é Rachel Sheherazade do SBT. Eu sou José Roberto Maciel do SBT !

Mas parece que você não compreende assim pelos textos que tem postado nas redes sociais e que eu, como profissional (independentemente de minha função hoje), sendo muito sincero, me envergonham e a muitos de seus colegas também!

Não porque você tenha simpatia por esse ou aquele candidato, acredite neste ou naquele partido ou proposta de governo, mas, pela total falta de bom senso em considerar que é a âncora de um Jornal de Rede, na segunda maior emissora do país, que merece respeito, mas, que para isso, precisa se dar ao respeito. Um CNPJ não é nada! Uma empresa é feita de gente! Gente comprometida que respeita os valores corporativos de uma organização e trabalha para defende-los! Só assim podemos, em equipe, prosperar! Mas de novo, você não demonstra acreditar nos valores do SBT nem nos princípios de nosso Jornalismo.

Lhe disse claramente em nossas conversas que você tem toda liberdade de se expressar em suas redes sociais onde lá pode seguir suas crenças e convicções pessoais. Mas, quando uma pessoa é pública como você e está a serviço de um veiculo de comunicação, a diferença entre o pessoal e o corporativo são muito tênues. Lhe disse que eu não uso o Twiter porque em minha função, jamais o que postasse seria entendido como pessoal!

Você realmente acredita que no seu caso isso funcione totalmente segregado? Você realmente acredita que quando posta mensagens sarcásticas ou desrespeitosas, seus seguidores acham que é simplesmente a Rachel Sheherazade e não a Rachel Sheherazade do SBT? Se entende que sim, lhe afirmo que é um ledo engano.

Você é uma pessoa muito inteligente e com grande potencial, mas, precisa entender seu papel hoje nesta organização! Você carrega sim o sobrenome SBT e isso muda tudo! Isso lhe dá prestígio, visibilidade, celebridade, mas, acima de tudo, lhe traz responsabilidade com o público e com as diretrizes da empresa.

Certamente deve estar se perguntando a que me refiro!

Me refiro a postagens tais como aquela em que ofendeu os publicitários! Por acaso você sabe de onde vêm os recursos para pagarmos toda estrutura da empresa, o Jornalismo e a sua remuneração? Vem justamente desses que você desdenhou nesse post! Você acha isso razoável?

Ou os de ontem, quando, esquecendo que é âncora de nosso Jornalismo, ironiza uma candidata que hoje é uma autoridade com posts como:

[Neste ponto, José Roberto Maciel reproduz três publicações feitas pelo perfil de Rachel Sheherazade no Twitter. São elas: “calma, gente! não se preocupem. o Brasil tem SUS, tem a melhor saúde pública, e tem ainda Mais Médicos. não faltará assistência à presidente”; “kkkkkkkkkkkkkk…chama o Mais Médicos pra ela….pra ela médico cubano”; e “deu TILT no cérebro da Dilma! chama o SAMUUUUUUUUUUUU”]

Repito, você pode ter suas convicções, ideologias, partidos e candidatos, mas, você tem um sobrenome: do SBT !!!

Não é esse o profissionalismo que esperamos de ti.

Sabe como nosso Acionista tratou os candidatos ontem? Com cordialidade, repeito, educação e com votos de que acreditem no nosso país e que procurem fazer o melhor trabalho possível. Foi assim ! Você deve ter visto que ele, mesmo não precisando, comparece à votação! Você acha que ele vai até a urna para anular seu voto? Certamente não! Porque ele é acima de tudo um brasileiro que acredita no Brasil e assim escolhe seu candidato, mas, nem por isso usa seu prestígio, fama ou veículo de comunicação para fazer proselitismo político.

Eu na minha função ontem, ao lado no Presidente do Grupo dedicamos tempo a atenção exatamente iguais aos dois candidatos, e com o mesmo respeito de nosso Acionista. Você acha que nós também não votamos num ou noutro? Claro que sim, mas aqui ontem, e acima de tudo, eu estava representando esta grande empresa e jamais, jamais, poderia ter demonstrado preferência por um ou outro como você tem feito nas suas redes sociais e da pior forma possível.

Eu lamento muito que ainda não tenha entendido sua importância e seu papel aqui nesta empresa que tem lhe respeitado como profissional, lhe proporcionado espaço no vídeo para demonstrar seu talento e ver, que ainda assim, entende que seu projeto pessoal nada tem a ver com o que estamos tentando construir no Jornalismo: Relevância com Credibilidade!

Espero que reflita sobre isto para que no seu retorno da licença médica, voltemos a discutir esse tema. Nesse interim, peço que se abstenha de colocar vídeos e fotos de nosso Jornalismo em suas redes sociais que tenham tido ou não sua participação.

Atenciosamente,
José Roberto Maciel

Leia mais

© 2021 – 3 2 ZOOM Produtora – Todos os direitos reservados a TV POP